Estudo da CMA é o primeiro no mundo sobre semaglutida na prática anestésica

Equipe da CMA Anestesia, junto aos médicos da Queen’s University, no Canadá, produziu um estudo sobre o uso de semaglutida por pacientes submetidos à sedação e anestesia geral. O artigo científico foi publicado no Journal of Clinical Anesthesia e premiado durante o Congresso Brasileiro de Anestesiologia (CBA).

O estudo indica que pacientes em uso da semaglutida precisam suspendê-la antes de procedimentos sob anestesia. O motivo para isso é que a substância retarda o esvaziamento gástrico e, assim, aumenta os riscos de broncoaspiração, ocorrência que pode levar a quadros graves, como pneumonia.

Primeiro estudo no mundo a mostrar a relação entre o uso da droga e o maior risco de broncoaspiracão, o artigo científico foi citado como referência pela Canadian Anesthesiologists’ Society (CAS) e pela Anesthesia Patient Safety Foundation (APSF).

Conheça aqui o estudo completo

Estudo da CMA é citado no boletim de segurança de medicamentos da Canadian Anesthesiologists Society (CAS)
Artigo científico da CMA é citado pela Anesthesia Patient Safety Foundation

Publicações similares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu